Cabeçalho de Ouro - entrega dos prémios

Depois das urnas de voto terem sido violadas 24 vezes nos últimos dias, é com profundo pesar que vimos divulgar os resultados do maior concurso de sempre da blogosfera: o Melhor Cabeçalho, ou Cabeçalho de Ouro.
Nunca se tinha feito um concurso desta dimensão. E correu bem.

Mas dizia eu que divulgamos os resultados com pesar, porque não podem ganhar todos. Mas com alegria, por saber que contribuímos para o enriquecimento de toda a cultura internética. Esperem, estou a receber informações que dizem que isto foi apenas uma grande parvoíce e que o Simão Escuta é o pior tasco de todos os blogues que falam sobre vernizes para as unhas.

Adiante. 

Gostava de agradecer a todos os eleitores, bem como aos blogues que foram a escrutínio. E especialmente aos que não foram. E também aos que receberam a informação que iam participar mas ignoraram esse facto.
Gostava também de agradecer aos meus pais e a Nossa Senhora do Caravaggio, foram eles que me deram força para ultrapassar este obstáculo. Ah, não...isto não é aqui.

Sem mais delongas, e fazendo deste o post mais longo (mas é só gráficos de votações e prémios!), eis os resultados por Categoria:






Importa referir (e relembrar), que fomos levados ao engano por certas e determinadas pessoas (as quais não vamos enumerar até porque teríamos que inventar qualquer coisa em cima do joelho), o que fez com que o blogue Quadripolaridades ficasse de fora da votação. Mas existe uma menção honrosa (e talvez horrorosa) para o mesmo. Mais abaixo poderão comprovar.

O vencedor absoluto, com 169 votos, é o blogue Singularidades de uma Ruiva, da Categoria "Diário Feminino". Parabéns!

Os prémios, quais molduras para colocarem no vosso blogue, podem ser retirados daqui:

Viagens no meu Caderno
Gordo, vai à baliza!
Cineblog
Fode, Fode Patife
Singularidades de uma Ruiva
Quadripolaridades
Exacto, o prémio para Diário Masculino não fica em casa. Porque sim e porque, como organizador, apesar de gostar do nosso cabeçalho e agradecer o facto de me terem incluído para votação, não me ficaria bem aceitar este prémio. 
Aqui, somos muito altruístas. Por isso divido o prémio com os meus colegas (é lindo, paz no mundo, acabe-se com a fome, vivam as Misses) e entrego-o ao Viagens no meu Caderno.

Até para o ano! Se a ASAE não passar por cá antes...

13 comentários:

  1. Eu quero um prémio a dizer: "Melhor terceiro lugar de sempre!".
    Pode ser?

    ResponderEliminar
  2. É pá, fui apanhado de surpresa! Agora não tenho discurso preparado... Esta prova de altruismo da tua parte, mostra o quão perto estás de ser o próximo Madre Teresa! Obrigado pela honra. (agora vou ali chorar um bocadinho...) És o maior! Um abraço :D

    ResponderEliminar
  3. irmã do simão escuta15 de maio de 2012 às 12:18

    estava a ver que nunca mais!:P

    ResponderEliminar
  4. Porque é que o arrumadinho concorreu no diário masculino? :|

    ResponderEliminar
  5. Madre Teresa, ahahah, é isso Tiago !

    O que é que acontece se eu roubar um desses selos? Metes-me um processo?

    ResponderEliminar
  6. foda-se pá!

    pensava eu que não sabia fazer contas e apareces-me tu com universos de votantes pra cima de 200%

    és o máióre!!

    ResponderEliminar
  7. Número de votos, % do total

    ResponderEliminar
  8. maria yoga/kung Fu...16 de maio de 2012 às 08:13

    Há, há, há!
    Nã entendi grande coisa, "maaasss" sorri búe.
    Estamos mTº. melhores e + felizes.
    UAU!
    «Siga a dança porque já vejo o pai da criança».
    Curto búe dos gráficos, embora considere um trabalho mtº. generoso e artístico para ser feito por mim.
    Bom dia viva a alegria e abaixo a m/ preguiça(só)virtual.

    ResponderEliminar
  9. Ah... e vai chamar Santa ó ca!#!$""!$ ou o ca%"#"!%# que isto agora é um tasco chique e não se pode dizer palavrões ou o caralho...

    ResponderEliminar
  10. Só para dizer que o se o meu cabeçalho estivesse na altura igual ao que está agora eu teria ganho por muito mais.

    ResponderEliminar
  11. Como o cabeçalho do quadripolaridades foi feito por mim, não vou dizer nada de não estar o meu em lado nenhum.

    ResponderEliminar